Receba a revista por e-mailSiga-nos no TwitterAssine o RSS
publicidade
opinião
Criação e Transmutação do Teatro

'Minha intenção era captar os olhares, os gestos, os movimentos, as cores, as danças, a originalidade'

Com texto original do poeta Federico Garcia Lorca e direção de Amir Haddad, diretor do grupo Tá Na Rua, a peça Bodas de Sangue estreou em janeiro de 2009, no Rio de Janeiro. A jornalista Claudia Versiani acompanhou ensaios e apresentações e registrou em fotos as sensações e o espírito da montagem. A produção foi compilada no livro Bodas de Sangue - a construção e o espetáculo de Amir Haddad. Segundo Claudia:

'Minha intenção era registrar a procissão dionisíaca comandada por Haddad, captar as expressões, os estados de espírito, os olhares, os gestos, os movimentos, as cores, as danças, a originalidade do processo criativo e a transmutação dos atores. No decorrer do processo, a produção pediu algumas fotos para o cartaz, o convite e o programa do espetáculo. Então surgiu a ideia de uma exposição, que não se realizou por problemas de agenda. Mas fizemos o livro.'


Claudia é formada em Ciências Sociais. Começou a carreira jornalística como colaboradora do Pasquim. Atuou como freelance e editora. Hoje, é também professora universitária.

Comentários
Expediente | Envie seu Texto | Coloque um banner em seu blog